4 TÉCNICAS INFALÍVEIS PARA APRENDER UM NOVO IDIOMA

//4 TÉCNICAS INFALÍVEIS PARA APRENDER UM NOVO IDIOMA
Student-Life-2

Então você se vê louco para fazer um intercâmbio na Nova Zelândia, fazer uma viagem pelos Estados Unidos, ou passar uma temporada surfando na Austrália e, para aproveitar melhor a experiência, decidiu fazer um curso de idioma. Aí, enquanto você está sentado na sala de casa tentando memorizar algumas palavras novas neste novo idioma, vem aquela frase na cabeça: “Nunca vou aprender isso”. Mas confie em nós pois entendemos perfeitamente o que você está sentindo. Aprender um novo idioma não é fácil como fazer um cafézinho – mas também não é impossível. Na realidade, temos 4 técnicas infalíveis para ajudá-lo a aprender um novo idioma, rapidamente.

Claro que, como qualquer coisa que vale a pena, aprender uma nova língua requere dedicação. Lembre-se: essas técnicas não são truques. Mas são efetivas. Para saber o quanto, tudo o que precisa é fazer é ter comprometimento. Preparado?

1. FALE COM SERES HUMANOS

Sim. E reais, se possível. Desde que começamos a usar vários aparelhos tecnológicos diariamente, temos a sensação de que tudo pode ser ensinado, aprendido e praticado sem interação pessoal. Quer fazer um mestrado? Faça um curso online. Precisa de uma receita? Dá um google. Quer aprender uma nova língua? Baixe um app. É verdade que a internet pode ajudar em muitas coisas, mas para aprender a seu comunicar em outro idioma, é essencial que você converse com nativos (e o mais rápido possível!).

2. USE NOVAS PALAVRAS O QUANTO ANTES

Muitos estudantes de línguas escrevem listas de novas palavras em suas anotações, e depois nunca as usa na vida real. Apesar de ser bom listar novas palavras, isso não é suficiente. Portanto, a próxima vez que ouvir uma palavra diferente, não anote: certifique-se que irá usá-la o mais rápido possível e o maior número de vezes. Basta dizê-la, escrevê-la numa frase, procurar o seu substantivo, verbo ou adjetivo, e pergunte aos seus amigos nativos as questões sobre este termo.

3. FAÇA MUITAS PERGUNTAS

Não seja tímido: professores adoram os estudantes que fazem perguntas! Não sabe o que perguntar? Escrevam uma lista de questões gerais na parte de trás do seu caderno e use-as durante a sua aula.

As melhores perguntas são: “Essa palavra é usada em situações formais ou informais?”; “Pode sugerir algum sinônimo/antônimo?”; “Tem o mesmo significado no Chile/Espanha/Honduras?” (se o idoma em questão for espanhol, por exemplo).
Um site que vai lhe ajudar a aprender algumas coisas sozinho é o Wordreference.com, e claro, peça ajuda sempre aos seus amigos nativos.

4. COMECE COM O QUE REALMENTE PRECISA

Imagine que você acabou de aterrissar na Nova Zelândia e está pronto para começar um semestre acadêmico no exterior e terá que falar com espanhóis a todo momento. Pense como essas conversas poderão ocorrer. A gente aposta que você não vai começar a conversa com assuntos como arte ou política, certo? Pense nas situações em que vai estar – por exemplo: Estou perdido (tópicos: andar pela cidade, transporte público, visitas à cidade). Quero comer (tópicos: fome (rs), ir ao supermercado). Fazer amigos (tópicos: fazer perguntas pessoais, falar com família e amigos). Assim que identificar as suas áreas de vocabulário, foque aí as suas energias. Tornará a sua experiência mais agradável!

 

 

Olá, seja bem-vindo! Este aviso é apenas para lembrá-lo de CURTIR a Fanpage da BGLOBAL. Continue ligado nas novidades. Obrigado!

CLOSE