Nova Zelândia oferece Bolsa em Agricultura e Energia Renovável para América Latina

//Nova Zelândia oferece Bolsa em Agricultura e Energia Renovável para América Latina
Nova Zelândia oferece bolsa de estudos para acadêmicos latinos em Agronomia

Até o dia 30 de abril, os candidatos interessados nas vagas para mestrado e especialização podem se inscrever.

Latinos americanos que planejam estudar na Nova Zelândia, nas áreas de agricultura e energias renováveis, terá até o dia 30 de abril para efetuar as inscrições no website www.mfat.govt.nz/en/aid-and-development/scholarships. O governo neozelandês está oferecendo bolsas de estudos para mestrado, com duração em média de até dois anos; e pós-graduação, de até um ano, prioritariamente para candidatos com idade entre 18 e 39 anos.

Para se candidatar é preciso ter no mínimo 18 anos, ser cidadão do país do qual você se inscreve, ser residente deste país pelos últimos dois anos e concordar em retornar ao país de origem após a conclusão da bolsa.

No curso de mestrado as disciplinas abordadas são: o desenvolvimento da agricultura, gestão de agrobusiness, economia agrícola, sistemas agrícolas e de gestão, desenvolvimento rural, cadeias de fornecimento e distribuição interna, produção , pecuária, vegetal, manejo da cultura, sericicultura (produção de seda), silvicultura, pesca, aquicultura, manejo de pragas agrícolas, biossegurança, biotecnologia, comércio agrícola, produção de alimentos, gia, processamento pós-colheita, armazenamento e embalagem de alimentos e segurança alimentar.

Na pós-graduação, os conteúdos são: energia renovável solar, engenharia hídrica e eólica, sistemas de distribuição de energia renováveis. Atualmente, apenas 7 (sete) brasileiros são bolsistas na Nova Zelândia, em cursos de especialização e mestrado.

 

Olá, seja bem-vindo! Este aviso é apenas para lembrá-lo de CURTIR a Fanpage da BGLOBAL. Continue ligado nas novidades. Obrigado!

CLOSE